Início | Regras | Estratégias | Artigos

Clubapostar
POKER
..............................................


..
Doyle Brunsons Super System


Doyle Brunsons Super System - Parte 3:


Uma vez que descobrir o estilo básico de determinado jogador, não cometa o erro de pensar que ele irá jogar da mesma maneira todos os dias. Às vezes um jogador faz um esforço consciente para mudar a sua maneira de jogar. Mas freqüentemente, no entanto, seu humor atual afeta o seu jogo.

Alguns dias, as pessoas têm mais espírito de jogo que em outros dias. Se um jogador não se sente bem para jogar, e mesmo assim, neste momento, foi envolvido de qualquer maneira em um jogo, ele estará apto a jogar fora sua mão sem muita resistência. Podendo ser facilmente blefado. Mas se você vê outro sujeito sentado mascando um chiclete, e balançando suas pernas pra cima e pra baixo, você sabe que ele está ansioso para entrar em ação. Ele veio jogar. Você tem que controlá-lo com precaução. Não é seguro blefá-lo e nem ao menos tentar.

Quase todos jogadores dão pistas (tells)... esses movimentos denunciantes são quase que como ações reveladoras. Para um rival que as captou, é como se lhe mostrasse suas cartas. A pista (tell) mais comum é a veia que pulsa no nosso pescoço. Em muitas pessoas o pulso no pescoço é visível. Nesse caso, a pessoa não pode esconder tal reflexo. É muito difícil controlar as batidas do coração em situações de tensão. Quando você ver a veia do pescoço de um jogador pulsando, ele está excitado, e normalmente está excitado porque está blefando. Você pode ter ouvido alguém perguntar para outro jogador: "Quão profundo você é?" Esta pergunta às vezes é uma tentativa para estabelecer uma pista (tell). (A pergunta significa: quanto dinheiro você tem na sua frente?) É válido saber. Não acho que o jogador seja obrigado a lhe falar, embora eu tenha ouvido de ambas as formas. Perguntas como estas valem ser perguntadas por razões psicológicas. Quando um homem está sob pressão, a voz dele pode "quebrar", e então você descobrirá algo sobre a sua atitude em questão.

Quando estou envolvido em um grande pote, não me deixo seduzir pela conversação

Até mesmo reais profissionais estão suscetíveis. Uma vez captei uma pista (tell) do Puggy Pearson. Toda vez que ele colocava suas fichas em cima da mesa e apostava, estava blefando. Ele deve ter feito isso por uns seis meses até que alguém descobriu e o contou. Em Outra ocasião, Amarillo Slim Preston me falou que quando eu ficava contando minhas fichas e as apostava, era porque eu tinha jogo, e quando eu estava blefando eu apenas as empurrava sem contá-las. Esta foi a única pista que alguém me falou que eu dava, mas creio que deva ter bem mais. Todos os Profissionais de primeira categoria têm uma defesa contra pessoas que usam pistas (tells) contra eles. Às vezes quando estou blefando digo alguma coisa particular, como "gee whiz", de forma que as pessoas conectarão isso a um blefe. Mas da próxima vez que eu disser "gee whiz", eu não estarei mais blefando.

Com muita experiência, você não só poderá aprender se um homem está blefando ou se tem uma mão de qualidade, como também saberá as cartas que ele segura naquele exato momento. Isto é, você passará a entender o que as pessoas querem dizer quando falam que um jogador profissional pode "pôr um homem em uma mão". Minha habilidade natural ao longo destas linhas contribuiu muito para o meu sucesso.

Lembro-me de ter jogado uma partida onde poderia saber sem dificuldade o que Jimmy Cassella tinha, apenas pelo valor que ele aumentava (raise) as suas apostas. Isto é muito importante e é uma coisa que você precisa saber. Com um AT no hold'em, ele elevava cerca de $100; com um AJ, ele elevava cerca de $125, e assim sucessivamente. Outros jogadores têm padrões que, enquanto menos pronunciado, definitivamente são visíveis a um profissional de poker. Você deve levar em conta o modo em que seus adversários estão sentando, os hábitos prévios dos seus jogos, como eles apostaram (bet), e freqüentemente até mesmo o tom de suas vozes. É tudo que se tem de saber sobre qualquer coisa em particular.

Este livro abordará cientificamente as pistas (tells) e com o auxílio da psicologia, mas às vezes nem mesmo você sabe como você sabe... só que você está seguro do que seu oponente tem. Eu acredito de fato que alguns bons jogadores de poker empregam um certo grau de percepção extra-sensorial (ESP- Sigla em Inglês). Enquanto eu nunca estudei esse assunto profundamente, parece-me que há muitas evidências para ignorar que a ESP exista ou que a maioria das pessoas a tenham até certo ponto. Acredito que todos já tiveram a experiência de irem com outra pessoa em um automóvel e pensar em uma canção, então ficam surpresos ao verem o companheiro começar a cantar a mesma canção.

Você não pode imaginar com que freqüência eu poderei pagar uma mão de um determinado jogador e nem ao menos adivinhar o que eu pensava naquele momento. Há até mesmo uma explicação plausível para isso, entretanto completamente improvável. É complicado, mesmo cientificamente, conseguir explicar como uma pessoa poderia saber que cartas está segurando outro jogador. As funções do cérebro envolvem impulsos elétricos. Nesta era eletrônica estamos nos familiarizando mais com ferramentas que difundem puramente e não intencionalmente por produto, impulsos estes, que são pegos por equipamentos diferentes há uma certa distância. É realmente muito irracional suspeitar que tal dispositivo elétrico altamente sofisticado como o cérebro humano, durante uma intensidade de concentração num grande pot, possa enviar uma mensagem como: "par de valetes", a meros oito pés de distância? Espero viver pra ver esta pergunta respondida, e não somente perguntada. Eu gosto de pensar em ESP como um "Jellyroll" (enroladinho de jelly) qualquer.

Procurem usar todas as sofisticadas técnicas e estratégias apresentadas neste livro, determinando se vai ou não chamar (call), apostar (bet) ou aumentar (raise). Mas, nas raras situações em que o seu conhecimento estratégico e de melhor julgamento o levarem à dúvida, siga o seu forte sentimento, ou seja, seu instinto. . . e não contra ele.

Palavras chave: Doyle Brunson, Doyle Brunson's Super System, livro Doyle Brunson's Super System, livro de poker, livro poker, livro de poquer, livro poquer, livro de poker gratis, livro gratis de poker.








Casinos online da Europa
Casinos online da Europa - European Union


Sobre       Advertise       Programa de Afiliados de Casino e Esportes


@ 2001 - 2019 Club Apostar. Todos os direitos reservados.

Sitemap


Bodog Esportes Portugues