Início | Regras | Estratégias | Artigos

Clubapostar
POKER
..............................................


..
Associações no Poquer e na Economia


Associações no Poquer e na Economia
por Virgínia Lima

No jogo de pôquer de dois homens, os jogadores são incapazes de reconciliar suas diferenças, exceto por um ?preço? (a aposta e o pedido de cartas).

O significado de um jogo com três participantes está no modo como acaba com essa pura oposição de interesses. Para esse tipo de jogo, os autores inventam um jogo-modelo que não tem equivalente conhecido. Mas qualquer jogo estratégico com três participantes e regras semelhantes mostrarão os mesmos resultados. Em vez da situação isolada da pura oposição, apresentam-se agora três espécies de situação.

Em primeiro lugar, todos os três jogadores podem associar-se para formar um jogo de um homem só (contra as cartas ou contra a natureza).

Em segundo lugar, se as regras permitem, dois jogadores podem associar-se contra um para formar um jogo de duas pessoas (com três possíveis posições de dois e um).

E em terceiro lugar, um puro jogo de três pessoas, cada jogador por sua conta própria. A mais importante dessas três possibilidades é a segunda, a formação de coalizões entre os jogadores.

A coalizão de dois jogadores contra um outro se converte num jogo de dois homens, como o pôquer de Von Neummann. O jogo de dois homens é, assim, um componente do jogo de três homens. Daí a necessidade de entender o jogo de duas pessoas como prelúdio para a compreensão dos processos internos e do resultado do jogo de três pessoas.

A teoria dos jogos mostra como as coalizões devem ser formadas se houver alguma vantagem em formá-las e as regras não as proibirem. De fato, qualquer jogador que fracasse na tentativa de formar uma coalizão em tais circunstancias perderá, ou mais exatamente, ganhará menos. O jogador racional deve formular a suposição pessimista de que uma coalizão pode ser formada contra ele; deve, portanto, tentar ele próprio formar uma. Isso é significativo para o funcionamento de uma economia competitiva, onde o instinto de formação de associações pode ser em grande parte, na ausência de eficientes regras preventivas, uma lei de sobrevivência; ou seja, não se associar é correr o risco de uma perda para uma associação de concorrentes.

Nos jogos, tal raciocínio é inteiramente dedutivo e ressalta todas as implicações dos pressupostos básicos. É notável que como sua validade é confirmada, com tanta proximidade, pela experiência, dos assuntos econômicos. Na economia, esse principio adota freqüentemente a forma de grandes organizações permitindo ou incentivando outras menores a permanecer no mercado a fim de serem mantidas as características mínimas da situação competitiva, de modo a evitar os vários perigos do monopólio. Hoje, em algumas indústrias que são dominadas por poucas companhias, é costume chegando a ser quase uma ética, usar luvas de pelica na competição e falar bem dos concorrentes.

Palavras chave: Associações no Poquer e na Economia , jogos de azar, estatisticas em jogos de azar, estatisticas no poker, poquer, estrategias de poker, o jogo de poquer, poquer estrategias, tecnicas do poquer








Casinos online da Europa
Casinos online da Europa - European Union


Sobre       Advertise       Programa de Afiliados de Casino e Esportes


@ 2001 - 2019 Club Apostar. Todos os direitos reservados.

Sitemap


Bodog Esportes Portugues